Quando surgiu o SARS-CoV-2, identificado pela primeira vez em Wuhan, na China, já havia indícios fortes de que a probabilidade de pandemia seria alta. O impacto local na sobrecarga do sistema de saúde em curto espaço de tempo, a alta velocidade de propagação, a taxa de reprodução básica acima de 2 eram sinais muito relevantes.

Tudo isso já sinalizava que as hipóteses de transmissão inter humana, proporção significativa de casos leves ou assintomáticos e transmissão por aerossol eram possibilidades reais, que acabaram se confirmando ao longo do tempo.

Leia mais…

By midisul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons