Corpo de Margarida Pereira Rosa da Costa, de 60 anos, foi encontro na tarde desta quinta-feira (23). Ela estava desaparecida desde a manhã de segunda-feira (20). Margarida Pereira Rosa da Costa estava desaparecida desde segunda-feira (20)
Arquivo pessoal A Polícia Civil confirmou que o homem acusado de matar a agricultora Margarida Pereira Rosa da Costa, de 60 anos, foi preso na noite desta quinta-feira (23), data em que o corpo da vítima foi encontrado. A idosa estava desaparecida desde segunda-feira (20).
Conforme as informações, a prisão ocorreu na cidade de Ibiúna (SP), onde o acusado estava escondido. A prisão teria sido realizada no bairro Capim Azedo. O acusado, que não teve a identidade revelada, seria apresentado à delegacia da cidade ainda na noite de quinta-feira.
A idosa que desapareceu após sair de casa com o carro em Piedade (SP) foi encontrada morta na tarde desta quinta-feira (23), na área rural da cidade. A prisão do suspeito do crime, um homem que trabalhava com a vítima, já havia sido solicitada pela Polícia Civil.
A última vez a agricultora havia sido vista foi na altura do quilômetro 136 da Estrada Municipal de Piedade, na data de desaparecimento. Imagens mostram a idosa saindo de casa em uma caminhonete.
De acordo com o boletim de ocorrência, a família chegou a receber mensagens de texto do celular da vítima dizendo que ela estaria acampando, e depois foi informada do local onde o carro dela estava.
A caminhonete de Margarida foi encontrada em uma região de mata em Tapiraí (SP), e estava trancada. O veículo foi apreendido pela Polícia Civil, mas não havia sinais do paradeiro da proprietária.
Cão farejador ajuda em buscas por agricultora que desapareceu em Piedade
Investigação
A polícia então passou a investigar se o agricultor que trabalhava com Margarida em uma lavoura tinha participação no desaparecimento da idosa. Na terça-feira (21), o homem chegou a ser ouvido na delegacia de Piedade, mas negou qualquer envolvimento e foi liberado, não sendo mais encontrado a partir de então. Outras pessoas também foram ouvidas na delegacia.
Com relatos de testemunhas e uma localização obtida do celular de Margarida, as equipes da Polícia Civil e do canil da Guarda Municipal de Itu (SP) foram a uma área rural na manhã desta quarta-feira.
Um cão farejador foi usado nas buscas na região onde a caminhonete foi achada. Segundo os investigadores, o animal encontrou vestígios de Margarida na propriedade cujo dono é o principal suspeito do crime.
Segundo a família, o corpo de Margarida foi encontrado dentro de um poço, próximo à casa do suspeito. Uma enxada com sangue também foi localizada na área e encaminhada para perícia.
A despedida da agricultora ocorrerá a partir das 12h desta sexta-feira (24), no Velório Municipal de Piedade
Cão farejador ajudou em buscas por idosa que desapareceu em Piedade
Edilson Junior/TV TEM
VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM Veja mais notícias da região em g1 Sorocaba e Jundiaí
RSS (Globo) – clique para ver a notícia na fonte original

By midisul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons